Salvador e Litoral - Cultura
Orixás e seus atributos

Nos Terreiros de Salvador registram-se as manifestações mais expressivas das religiões afro-brasileiras. Entre os mais conhecidos destacam-se: o Ilê Axé Opô Afonjá, Gantois, Abassá de Amazi, Bate Folha, Bel D’Oxum, Oxóssi, Oxumaré, Obá Tony, Olga de Alaketu, Pilão de Prata, Ilê Axê Ibá Ogun e Ajunssun.

O candomblé sofreu transformações ao longo dos séculos que, se por um lado sincretizaram o seu conteúdo, por outro permitiram a preservação de elementos essenciais da identidade cultural dos negros africanos escravizados no Brasil.

O candomblé é diretamente ligado às forças da natureza, cujos elementos são representados por deuses e deusas, a quem chamam de Orixás e que recebem cultos e rituais especiais. O Orixá é um ancestral divinizado que, em vida, estabelece vínculo com certas forças da natureza, como o trovão, o vento, as águas doces e salgadas ou o exercício de atividades como a caça, o trabalho com metais, o conhecimento das propriedades das plantas e da sua utilização.

Como escravos de senhores católicos, os negros foram proibidos de cultuar sua religião, sendo obrigados a assistir às missas nos portais das igrejas.

Numa tentativa de fazer sobreviver a sua cultura, começaram a estabelecer paralelos entre suas divindades e os santos da igreja católica. A história de vida dos santos católicos e os atributos apresentados por suas imagens facilitaram a identificação com os Orixás. Assim, São Lázaro, cuja imagem é coberta de chagas, é Omolú; Nanã, a mais velha dos Orixás, foi sincretizada como Nossa Senhora de Santana, a mãe da Virgem Maria; Santo Antônio, que era militar, foi identificado com Ogum, o Orixá coberto de metais. Exú, por muitos identificado como o diabo, é a divindade festeira e o mensageiro entre os homens e os Santos. Oxalá (Senhor do Bonfim) apresenta-se com o opaxorô, o cajado sagrado. Iansã (Santa Bárbara) apresenta-se de vermelho, com sua espada e um rabo de cavalo na mão. Nossa Senhora da Conceição é Iemanjá, a rainha do mar e das águas doces, e São Jorge é Oxóssi, o habitante das florestas.

Cada um tem o seu dia, sua cor, sua dança, seus instrumentos, comidas e saudações.

Exu
Dia da semana: segunda-feira.
Cores: vermelho e preto.
Domínios: caminhos, cruzamentos, alto das montanhas.
Oferendas: padê, inhame com dendê, piquiri.

Ogun
Dia da semana: terça-feira.
Cores: azul escuro, verde e branco.
Domínios: caminhos, profundezas da terra, jazidas de ferro, praias.
Oferendas: feijoada, vatapá, inhame com feijão preto, farofa de carne de frango desfiada.

Odé-Oxossi
Dia da semana: quinta-feira.
Cores: azul turquesa e verde.
Domínios: florestas, matas e terras virgens.
Oferendas: aprecia muito o milho cozido.

Ossain
Dia da semana: terça-feira.
Cores: verde-mata, branco e preto.
Domínios: matas, florestas, raízes e folhas.
Oferendas: mandioca ou inhame, folhas de fumo, folhas de café.

Xangô
Dia da semana: quarta-feira.
Cores: marrom, vermelho e branco.
Domínios: pedreiras, minérios, lava do vulcão, raios e trovões.
Oferendas. Amalá, arroz com carne seca, ajebó, rabada.

Oxun
Dia da semana: sábado.
Cores: amarelo ouro e rosa..
Domínios: rios, nascentes, olhos d’água, lagos, cachoeiras e mares.
Oferendas: omolocun, ipetê, papa de fubá doce.

Logun-Edé
Dia da semana: quinta-feira e sábado.
Cores: azul turquesa e amarelo ouro.
Domínios: margens dos rios, várzeas, cachoeiras, cursos de água, florestas e matas.
Oferendas: papa de milho com coco, milho cozido com feijão fradinho, ipetê, papa de coco.

Yansã
Dia da semana: quarta-feira.
Cores: vermelho terra, marrom, branco e rosa.
Domínios: ventos, cemitérios, taquaral, caminhos, águas.
Oferendas: acarajé, inhame, broto de bambu.

Yemanjá
Dia da semana: Sábado.
Cores: branco, prata, transparências de azul e verde.
Domínios: lagoas, mares (quebra-mar) e pororocas.
Oferendas: manjar branco, canjica amarela, milho branco com mel.

Obaluayê-Omolú
Dia da semana: segunda-feira.
Cores: preto, branco e vermelho.
Domínios: terra, árvores, cemitérios, estradas abandonadas, universo das doenças.
Oferendas: pipoca, sarapatel, cuscuz, inhame.

Oxumaré
Dia da semana: terça-feira.
Cores: preto, verde, amarelo ou multicolorido.
Domínios: terra, atmosfera, chuva e arco-íris.
Oferendas: batata doce, amendoim, inhame.

Nanã
Dia da semana: terça-feira e sábado.
Cores: branco, preto, roxo e azul.
Domínios: lama, pântanos, lodo do fundo dos rios e mares.
Oferendas: feijão fradinho, milho branco, arroz, acaçá e pipoca.

Oxalá
Dia da semana: sexta-feira.
Cores: Oxalufan: branco e prata;
Oxanguian: branco com nuances de azul ou vermelho.
Domínios: atmosfera, oceanos, alto das montanhas, céu.
Oferendas: canjica (ebô), acaçá de inhame, arroz com peito de frango, arroz doce.